FILTROS PARA AR COMPRIMIDO: AS 10 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

 

P: Por Que Instalar Filtros Para Ar Comprimido?

 

R: Em um mundo ideal, não haveria nenhum óleo, partículas, água ou outros contaminantes em seu ar comprimido, mas sabemos que não é esse o caso.

Um filtro pneumático é um componente crítico do sistema.

Sua presença pode impedir a falha prematura de seus componentes pneumáticos.

 

[NÃO COMETA ESSES ERROS AO INSTALAR SEU LUBRIFIL]

 

filtro-ar-comprimido-1

 

P: Como Dimensionar O Tamanho Do Filtro Para Ar Comprimido ?

 

R: Com muita frequência, tenho clientes que me procuraram sabendo que necessitam de um Lubrifil ou um Filtro Coalescente, mas não sabem informar qual o tamanho da rosca de estrada.

 

Nem todos sabem essa informação.

 

Então, a dica é: quanto maior a rosca de alimentação do filtro, maior a quantidade de ar vai ser possível passar.

 

Portanto se sua necessidade é para movimentar 1 cilindro pequeno (diâmetro do embolo de até 25 mm), um filtro de 1/8” (3,175 mm) basta.

Se quiser alimentar um guincho pneumático, pode pensar a partir de 1” (25,4mm).

 

No final do dia, tudo vai depender da quantidade de ar necessária para movimentar o que você precisa movimentar.

 

FERRAMENTA PARA DIMENSIONAMENTO DE FILTRO

 

P: Meu Filtro Já Não Funciona Com A Eficiência Necessária, Preciso Comprar Outro Filtro?

 

R: Não, definitivamente.

 

Geralmente os filtros para ar comprimido são compostos pelo seu corpo e o seu elemento filtrante.

 

Se o copo estiver em perfeito estado, só é necessário trocar o elemento.

 

Porém, vai depender do fabricante do seu filtro.

 

Nos casos dos filtros SMC que trabalhamos, basta trocar o elemento filtrante.

 

Temos disponibilidade em estoque.

 

filtro-ar-comprimido-2

P: Com Que Frequência Devo Trocar Meus Elementos de Filtro?


R: O ambiente industrial controlará a vida útil dos elementos.

 

Quanto mais sujo o ambiente, menor a vida útil.

 

A SMC recomenda a troca dos elementos filtrantes a cada 12 meses de uso ou se houver queda de 1 bar na linha desde sua instalação. (O que ocorrer primeiro).

 

P: Se Não Trocar O Elemento Filtrante Em 1 Ano Ou Após A Queda De Pressão Na Linha, O Que Pode Acontecer?

 

R: 2 coisas acontecem nesse caso:

 

A primeira acontece de IMEDIATO.

 

1 – Quando o elemento filtrante satura, ele restringe cada vez mais o fluxo de ar, fazendo com que a pressão da linha caia.

 

O operador, vendo sua pressão cair de 7 bar (necessária) para 6 bar, vai no regulador e folga a regulagem.

 

Dessa forma, chega a 7 bar novamente, mas estará gastando muito mais ar, e com isso mais dinheiro em energia para comprimir o ar usado.

 

Só esse consumo extra pode significar R$10k/ano jogado pelo ralo.

 

A segunda consequência pode acontecer a qualquer momento (geralmente quando mais precisamos estar com tudo funcionando):

 

2 – Devido à queda de eficiência na filtragem, começam a infiltrar impurezas no sistema.

 

Quando você menos espera, a válvula trava, o manômetro não mede, o cilindro não avança.

 

Um baixo custo para trocar o elemento é substituído por uma troca de válvula/cilindro/manômetro + troca do elemento + perda de produção com máquina parada.

 

P: Como Aumentar A Vida Útil Dos Meus Filtros?

 

R: Um pré-filtro resolve esse problema.

 

A remoção de água e contaminantes grosseiros da linha de ar, por um pré-filtro de uso geral de 5 mícrons, usado antes do filtro de coalescência, aumentará muito a vida útil do elemento de coalescência.

 

A vida de cartucho de elemento de coalescência de um ano ou mais é possível quando um filtro de uso geral com dreno automático é instalado à frente de um filtro coalescente de tamanho adequado.

 

filtro-ar-comprimido-4 

P: O Que É Um Dreno Automático E Quando Deve Ser Usado?

R: Os filtros para ar comprimido tem a função de remover impurezas solidas e a umidade gerada pela diferença de calor.

 

O dreno interno automático é um dispositivo que opera sempre que o líquido que seu filtro reteve e se acumulou no copo do filtro.

 

Uma válvula é acionada, drenando a água e causando uma queda de pressão momentânea de 2 psi ou mais.

 

[ninja-inline id=2777]

 

 

Também drena sempre que o suprimento de ar é desligado e esgotado, durante a noite ou no final de semana.

 

A drenagem manual de filtros é frequentemente negligenciada no ambiente industrial e a Pneumatic recomenda que todos os filtros sejam encomendados com drenos automáticos.

 

P: Como A Água Entra No Meu Ar Comprimido?

 

É normal que seu suprimento de ar industrial tenha água, porque é um resultado normal na produção de ar comprimido. O compressor de ar extrai ar ambiente com um certo nível de umidade (níveis muito altos se você estiver aqui na Flórida). Quando o ar é comprimido, este vapor se torna mais concentrado, elevando ainda mais o nível de umidade.

 

Ar comprimido com quase 100% de humidade deixa o compressor de ar, arrefece e a água condensa dentro do seu fornecimento de ar industrial.


P: Por Que Ocorre Uma Queda De Pressão Excessiva No Filtro E O Que Posso Fazer A Respeito?

R: Vários motivos podem causar uma queda de pressão excessiva.

 

1° – O elemento filtrante do seu filtro pode estar sujo e precisa ser limpo ou substituído – (Não limpe um elemento coalescente), ou;

 

2° – É possível que o filtro seja menor do que o necessário para lidar com os requisitos de fluxo, portanto, um filtro maior pode ser necessário, ou ainda;

 

3° – Também é possível que um elemento com maior classificação de mícron possa ser necessário para essa aplicação em particular.


P: O Copo De Policarbonato Do Meu Filtro Está Rachado, Ou Tem Uma Aparência Turva? O Que Devo Fazer Sobre Isso?

R:  Tais condições são quase sempre devido a ataques químicos.

 

Fluidos, fumos ou vapores que não são compatíveis com policarbonato podem causar um ataque químico.

 

Elimine a fonte da incompatibilidade ou mude para copo de metal.

 

CLIQUE PARA CONSULTAR DISPONIBILIDADE

 

filtro-ar-comprimido-5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.